quinta-feira, 7 de julho de 2016

POR QUE O SEU FILHO NÃO É UMA CRIANÇA DIFÍCIL - ANANDA URIAS


Crianças são seres cheios de vida, questionadores e inquietos, que estão sempre prontos para descobrir o que tem por trás de um simples ‘não’ e vivem rodeados de ‘POR QUEs’. Hoje, basta uma criança derrubar um copo de suco na mesa de um restaurante, brigar com um amiguinho na escola, questionar uma ordem, procurar explicações para aquilo que ela não entende, que já todos a sua volta praguejam: Nossa, que criança difícil!

Então, senta aqui, amiga que eu vou te falar o que o mundo ainda não percebeu: O SEU FILHO NÃO É DIFÍCIL, O SEU FILHO É UMA APENAS UMA CRIANÇA. 

CRIANÇAS NÃO SÃO DIFÍCEIS. DIFÍCIL MESMO É SER CRIADO EM UM MUNDO ONDE AS PESSOAS TEM FILHOS, MAS NÃO TEM TEMPO PARA ELES. Difícil mesmo é viver em um mundo onde as pessoas não respeitam o momento da criança, não tem paciência para os seus infindáveis QUESTIONAMENTOS, não têm empatia pelos seus medos (e que são muitos), não tem vontade de brincar e escutar as suas histórias cheias de fantasias.

Crianças não são difíceis, nós é que não temos tempo de levar uma criança até o parque, brincar no pula pula, jogá-lo para o alto, ensiná-los a andar de bicicleta sem rodinha, pintar o corpo, o papel, o chão, as paredes de casa com tinta enquanto fazem uma obra de artes em família. Perdemos a leveza de um café da manhã em família, a alegria de fazer um simples piquenique no parque ao som de sorrisos infantis, deturpamos os valores de uma infância feliz.

Uma criança ativa hoje é dona de um diagnostico de deficit de atenção, hiperatividade, dificuldade em conviver com o próximo. Uma criança ativa hoje é dopada com altas doses de tecnologia para que não faça barulho, não espalhe os brinquedos pelo chão da sala, não precise da atenção dos seus pais. Dizem até que uma criança ativa hoje é uma criança difícil de se conviver. E todos dizem em um coro só: manda a criança difícil para o psiquiatra, psicólogo, aula de inglês, espanhol, francês, natação, judô e ballet. Porque criança difícil hoje, não tem sequer o direito de brincar ou nada fazer.

Crianças dão trabalho, questionam, brincam, desobedecem, ajudam, atrapalham… e nada disso faz deles uma criança difícil de conviver. Eu demorei muito para descobrir que a dificuldade da minha filha era na verdade, a minha dificuldade em aceitar que ela não iria sempre me obedecer. Crianças não estão no mundo para suprir as nossas necessidades de auto firmação parental. Crianças não estão no mundo para nos fazer ganhar prêmios em competições maternas de redes sociais.

Grandes personalidades da história, foram crianças astutas e inquietas. E é preciso compreender que é DIFÍCIL CRESCER, é difícil descobrir quem somos! No dia que eu aceitei que difícil mesmo é ser criança nesse mundo engessado e cheio de regras, onde crianças são tratadas como adulto, muita coisa mudou por aqui.

O seu filho não é uma criança difícil, ele é apenas uma criança ansiando por viver o que de melhor o mundo tem para oferecer.

Beijos,

Ananda Urias - @maezice