sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Habeas Pinho

Textos e música são excelentes, recomendo que acesse o link abaixo e veja a apresentação sobre um caso insólito de prisão de um violão seresteiro. Tanto a petição feita pelo advogado Ronaldo Cunha Lima e o despacho do Juiz Arthur Moura que deu a sentença de liberdade ao dito cujo, são belíssimos. Esse caso aconteceu quando Ronaldo Cunha Lima recentemente formado em direito e também um admirador de serestas foi contratado pelos seresteiros para libertar o violão.
Os textos são líricos, a música de fundo é nada menos do que a valsa Abismo de Rosas de Américo Jacomino (Canhoto) dedilhada ao violão.
Clique abaixo e veja que beleza. Pena que Ronaldo Cunha Lima tenha entrado para a política.
Habeas-Pinho.pps
Enviado pela querida Walcira