sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Caravaggio foi visto em Belo Horizonte, nas Minas Gerais


Michelangelo Merisi da Caravaggio, nasceu na Lombardia, Itália, em 29 de setembro de 1571 e morreu em, Porto Ercole, na comuna de Argentario em 18 de julho de 1610.

Foi um pintor italiano, identificado como um artista barroco, estilo do qual foi o primeiro grande representante. Caravaggio era o nome da aldeia natal da sua família, do qual adotou-o como seu nome artístico.

Caravaggio...descoberta de 100 esboços e pinturas.

Especialistas italianos anunciaram a descoberta de cerca de 100 esboços e pinturas de Caravaggio, mestre do barroco italiano. Suas telas dramáticas e realistas impuseram um novo padrão à arte ocidental. Caravaggio (1571-1610) teve vida turbulenta. Morreu antes de completar 40 anos.

Até agora eram conhecidas apenas 90 pinturas do artista, mestre no uso do chiaroscuro – iluminação de alto contraste, em claro e escuro, que ilumina e dá mais vida aos personagens retratados.Os pesquisadores Maurizio Bernardelli Curuz e Adriana Conconi Fedrigolli encontraram – após demorado e minucioso trabalho de dois anos – as obras no acervo do artista maneirista Simone Peterzano, professor do jovem pintor Caravaggio, no castelo Sforza, em Milão.

A coleção pertence ao patrimônio da prefeitura de Milão, que pede cautela sobre o tema.

Os pesquisadores avaliam que as obras no valor total de 700 milhões de euros. Este valor estimado a partir do preço médio de sete milhões de euros obtido pelos desenhos dos grandes mestres do século 16 nos leilões recentes. Ficaríamos muito felizes de ter a confirmação de que isto é verdade.

As circunstâncias são estranhas. Nós não fomos informados de nada, descobrimos isso na véspera do lançamento de um e-book de dois peritos que não visitam o castelo há tempos, e é por isso que pedimos cautela, disse Elena Conenna, porta-voz de cultura da prefeitura de Milão, em entrevista à AFP.Os desenhos sempre estiveram no mesmo lugar, eles não estão escondidos, o Fundo Peterzano é acessível a todos e são muitos os especialistas que visitam, mas, de acordo com nossas informações, esses dois especialistas não visitaram o fundo nos últimos dois anos, acrescentou Conenna.

Os peritos afirmam ter encontrado até mesmo um bilhete escrito por Caravaggio, agora submetido a um estudo grafológico para confirmar a sua autenticidade.Os cientistas italianos vasculharam por dois anos as igrejas em Milão, Bergamo e região, assim como o Fundo Peterzano, que possui 1.378 desenhos de Simone Peterzano e de seus alunos, incluindo Michelangelo Merisi, conhecido como Caravaggio, que trabalhou no ateliê Peterzano entre 1584 e 1588.

Nós achávamos que era impossível não haver evidências da atividade de Caravaggio entre 1584 e 1588 no atelier de um pintor que era muito famoso e procurado na época, explicou Bernardelli Curuz, diretor artístico da Fundação Museu de Brescia.Este pesquisador desenvolveu um método para encontrar a geometria padrão de Caravaggio e aplicou-a a cerca de 1.400 desenhos do Fundo Peterzano.Dos cerca de 100 desenhos encontrados e atribuídos ao mestre, 83 foram reutilizados várias vezes em obras adultas de Caravaggio, provando que o jovem pintor deixou Milão com os modelos (…) prontos para serem usados em pinturas romanas, indicam os pesquisadores.

Caravaggio, famoso pela utilização de luz e sombra em seus quadros, como nas pinturas Baco,O Jantar de Emaús, São Jerônimo, São Pedro, São Paulo, Judith e Holofernes e O Sacrifício de Isaac, teve sua breve vida atormentada, inclusive por sífilis e intoxicação por chumbo, representada no teatro, cinema e literatura. Caravaggio, morreu aos 39 anos, aparentemente de malária na pantanosa região de Maremma, sul da Toscana.



Auto retrato de Caravaggio. Observe a pintura feita em um muro. Porque os nossos "artistas pixadores" não fazem algo similar, em vez de pixar e sujar tudo?

Medusa Murola, reconhecida como a original e primeira versão pintada por Caravaggio

 Baco - O Deus do Vinho

 Narciso

 O incrédulo Saõ Tomé

St. Jerome

 Tivemos uma exposição com 6 obras de Caravaggio e outras de seus seguidores, na Casa de Cultura Fiat, em Belo Horizonte, que sairam pale primeira vez da Itália para exposições no Brasil. Essas obras foram expostas depois em São Paulo, obtendo um enorme sucesso, a exemplo de BH.




Dica da amiga Luciane de Curitiba.
Pesquisa, fotos, texto e gravuras: Recebidos pela Internet - Wikipédia e folheto da exposição