sábado, 15 de outubro de 2011

Nem todas as respostas existem - Simone Huck

Pensando no quarto - LUCIA PELLEGRINO

Será que algo sempre irá nos escapar? Escorrendo pelas mãos,
entre nossos dedos ávidos por respostas que nunca existirão?
Ultimamente, chove mais em mim.
Dias de chuva prolongados, silenciosos.
Tantas questões escorrem, abertas: não consigo fechar meus portões.
Tantas coisas que sei que jamais responderei, ecoam.
Outras, querem se transformar em dúvidas...
Então fecho os olhos e acredito apenas na verdade das minhas verdades.
Sigo.
Lentamente vou abrindo os dias,
perguntando sobre mim e me reconhecendo sempre uma outra.
Não sei se gosto.
Mas também não desgosto.
Hoje, apenas sigo.

Dica da Luciane, amiga e colaboradora de Curitiba - Paraná