quinta-feira, 15 de julho de 2010

Arrozais do Japão, um show de planejamento, trabalho em equipe e criatividade

Estas fotos, não nos deixam dúvidas da necessidade do planejamento... da organização... do convívio... das metas... e enfim dos resultados!!! Nem sempre nesta ordem mas, com certeza iniciando com o planejamento para a obtenção de resultados. Elas já rodaram por aí, faltando mostrar as etapas iniciais do planejamemto do plantio.

É impressionante a arte do cultivos que surgiu através dos campos de arroz no Japão - mas esta não é uma criação extraterrestre. Os desenhos foram habilmente semeados por agricultores.
Para a criação dos desenhos, os agricultores não usam tinta. Em vez disso, utilizam o cultivo de arroz de cores diferentes, que foram estratégicamente dispostos e semeados no campo de arroz irrigado.

Quando chega o verão e as plantas crescem, as ilustrações detalhadas começam a emergir.

Um guerreiro Sengoku em seu cavalo foi criado a partir de centenas de milhares de plantas de arroz.

As cores são criadas pelo uso de variedades diferentes. Esta foto foi tirada em Inakadate-Japão.

O Napoleão em seu cavalo podem ser vistos de aviões. Foi plantado com precisão e planejado durante meses pelos agricultores locais.
Personagens da ficção: o Guerreiro e sua esposa, que dão vida em séries de televisão.

Este ano, várias obras de arte apareceram em arrozais de outras zonas agrícolas neste país, como a imagem de Doraemon e Cervos Dançantes.

Os agricultores delineiam os contornos utilizando o arrozeiro roxo e amarelo Kodaimai junto com suas folhas verdes de Tsugaru, uma variedade romana, para criar estes padrões de cor a tempo entre o plantio e a colheita em setembro.

Deste nível do solo, não é possível visualizar os desenhos. Os espectadores têm de subir a torre de castelo do município para obter uma visão ampla da obra.

Aproximando a imagem, pode-se ver o cuidado que tiveram ao plantarem milhares de pés de arroz.

Esta arte se iniciou em 1993 como um projeto de revitalização local, uma idéia que surgiu em reuniões dos comitês de associações locais.

As diferentes variedades de arroz crescem juntas das outras para criarem obras magistrais.

Nos primeiros nove anos, os trabalhadores destes municípios juntamente com os agricultores locais ampliaram um desenho simples do Monte Iwaki a cada ano. Mas suas idéias foram ficando mais complexas e atraíam mais e mais atenção.

Em 2005, os acordos entre proprietários de terras permitiram a criação de enormes espaços de arte com o seu cultivo de arroz. Um ano depois, os organizadores começaram a utilizar computadores para desenhar com precisão cada parcela na plantação das quatro variedades de arroz de diferentes cores que dão vida às imagens



Dica do João Rodrigues do Rio de janeiro