quinta-feira, 1 de outubro de 2009

O sabor de um beijo - Mírian Warttusch


Quando os nossos olhos se fecham ao sabor de um beijo,
É para que a alma possa ver, se inebriar com o desejo
Sentir então é mais que ver... e o toque se sublima
Lábios nos lábios, para vivenciarmos deste amor o clima

Entrega apaixonante que os olhos não precisam ver
O beijo então, nessa obscuridade, passa a ser,
A exatidão da forma abstrata que concebe o olhar,
Que sem mesmo ver, nos mostra o modo de sonhar...

Beijar é ter na boca todo o gosto de perplexidade,
Que os olhos não precisam ver, pois sabem ser verdade,
Bocas unidas se sentem no êxtase desse carinho,

Tudo fica em segredo, mas eu sei, eu já advinho,
Que aquilo que os olhos não vêem, tanta emoção,
Tudo vislumbrará, deliciado o nosso coração!

Foto: Portocroft - http://portocroft.cultarte.com