sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Queijo Serra da Canastra - Minas Gerais - PRODUTO DO ANO de 2013

Queijos Canastra em maturação na Fazenda do Zé Mário

Por Redação Paladar e Blog SerTãoBras

O queijo da Serra da Canastra foi escolhido o produto do ano pelo Prêmio Paladar, promovido pelo jornal O Estado de S. Paulo, que envolveu um time de 13 jurados, um mês de visitas a restaurantes e gastos de R$ 70 mil, para eleger os melhores pratos da temporada de 2013/2014 de São Paulo. Em cerimônia para 400 convidados, em que estiveram presentes os principais nomes da gastronomia paulistana, foram anunciados os ganhadores da oitava edição do prêmio, entre eles o de produto do ano.

A escolha reconhece a luta pelo produto artesanal da Canastra, que também está presente em outras regiões de Minas Gerais, como o Serro, e áreas menos conhecidas no resto do País. Segundo Ana Massochi, entusiasta do queijo da canastra e proprietária dos restaurantes Martín Fierro, La Frontera e Jacarandá na capital paulista, o prêmio é importantíssimo para o queijo da Serra da Canastra e todos os outros produzidos em regiões próximas. “Estavam na cerimônia a elite da gastronomia de São Paulo, entre cozinheiros, jornalistas e gourmets. Esse prêmio é importante para o queijo e para os produtores”, disse.
Apesar de não esperar a escolha, Ana lembrou que o Paladar também pode ser considerado um entusiasta e apoiador do queijo da Canastra, tendo já produzido boas reportagens sobre o tema e incluído o produto no evento Cozinhas do Brasil. Ana serve em seus restaurantes pratos que incluem o produto, e no Jacarandá também é possível comprar queijo de leite cru.

No evento do Paladar, o prêmio foi recebido pelo presidente da Associação de Produtores de Queijo da Serra da Canastra, João Leite. Exultante, ele agradeceu em nome de todos os produtores.
Estima-se que 10 mil produtores produzem queijos distintos em Minas Gerais e cerca de 20 mil queijos são feitos por dia, de acordo com relatos de produtores e queijeiros (profissionais que que pegam o queijo nas queijarias e estabelecimentos dos produtores e vendem em outros lugares).

Leia a íntegra da reportagem sobre o prêmio publicada no blog do Paladar:
Não é só de pratos que se faz o Prêmio Paladar. Todo ano, também são eleitos a personalidade e o produto do ano. Em 2013, o queijo da Serra da Canastra virou símbolo da luta para que o produtor e o produto de qualidade sejam reconhecidos, legalizados e distribuídos livremente pelo País. Por isso, foi escolhido o Produto do Ano do Prêmio Paladar.


O uso pelos chefs e a venda em São Paulo (já nem está mais tão difícil encontrá-los na cidade) acabaram legitimando os queijos produzidos na Canastra, em Minas, por aqui. Mas foram necessários anos de campanhas, mobilização dos produtores e até um documentário sobre a proibição da venda de queijos mineiros tradicionais para as coisas começarem a mudar.
No meio deste ano, os mineiros conseguiram a aprovação de uma nova norma que reconhece a inspeção estadual do queijo como equivalente à federal (feita pelo conhecido SIF, o Serviço de Inspeção Federal). Na prática, isso significa que os produtores que tiverem o selo do Instituto Mineiro Agropecuário poderão vender seus queijos frescos e curados no Brasil inteiro.

A inauguração de um centro de maturação em Medeiros, na Serra da Canastra, em agosto, foi outro marco no processo de legalização do passaporte da produção. Construído com investimento do Ministério do Desenvolvimento Agrário e órgãos do Estado de Minas, o centro – embora ainda tenha capacidade limitada – vai permitir aos pequenos produtores cumprir as regras determinadas pela legislação e submeter o produto ao prazo de maturação exigido por lei.
Os queijos da Serra da Canastra são elaborados conforme a tradição local, em geral por pequenos produtores que perpetuam uma cultura centenária. São mineiros autênticos. Essa é a nossa contribuição para reforçar a importância deste produto brasileiro artesanal e ajudar a abrir o caminho para uma cultura gastronômica mais amadurecida, quer dizer, curada.

DICA: Rodrigo da Loja do Itamar - Mercado Central de Belo Horizonte - Minas Gerais