domingo, 9 de agosto de 2009

Protocolo do Hot Dog

Colocamos no blog os mandamentos do burger e a repercussão foi enorme, no blog do Katsuki mais de 50 cometários. Achamos divertido a resolvemos postar também um protocolo ou melhor "etiqueta" para se comer hot dogs. Como vocês sabem, aqui no St. Louis respeitamos a tradição tanto dos burgers quanto dos dogs. Aí vão as instruções que foram obtidas no National hot dog & sausage council....enjoy

1 - Nunca coloque os complementos entre o pão e a salsicha. Sempre cubra o cachorro quente e não o pão.
Os complementos e condimentos devem ser colocados na seguinte ordem – sobre a salsicha coloque os condimentos mais líquidos e cremosos como derretido, chili de carne, mostarda e ketchup, seguidos pelos complementos “pedaçudos” como tomates, cebola picada, relish de pepinos, alface picada, cole slaw o chucrute, queijo ralado grosso etc...Por fim os temperos para realçar o sabor como sal de aipo e pimenta calabresa em flocos.
Sempre utilize pães tradicionais para hot dog, com sementes de papoula ou de gergelim são uma boa opção, porém servir hot dog com pão de tomate seco, azeitonas,ervas ou outros é considerado um tanto “brega”.
2 - Nunca utilize guardanapos de tecido, hot dog tem que ser servido com guardanapo de papel.
3 - Só se come hot dog com as mãos. Garfo e faca nem passam perto.
4 - Sirva hor dogs em pratos de papel. Pratos de uso diário são até aceitos, mas aquela porcelana bacana não tem nada a ver com hot dogs.
5 - De cinco a sete mordidas são aceitáveis para se comer um hot dog.
6 - Nunca deixe restinhos no prato, coma tudo.
7 - Jamais decore um prato de hot dog com ervas frescas, flores comestíveis ou com qualquer outra coisa.
8 - Se lambuzar os dedos com condimentos nunca use guardanapos, a etiqueta diz que deve-se lamber os dedos.
9 - Hot dog sempre com cerveja, refrigerantes, chá gelado ou limonada. Vinho nunca.
10 - E para finalizar nunca utilize ketchup no seu hot dog se você tem mais de 18 anos.

Ah...esquecemos de dizer que fomos eleitos o melhor hot dog de São Paulo pela revista Época em 2009.
Texto colhido no BLOG ST. LOUIS BURGERS - do Chefe Luiz Cintra