quarta-feira, 9 de setembro de 2009

80 anos do Mercado Central de Belo Horizonte



Dia 7 de Setembro o Mercado Central completou 80 anos.

Lugar aprazível frequentado por nativos e turistas. Quem conhece o mercado sempre volta. É como disse o poeta - "Óh! Minas Gerais! Quem te conhece, não esquece jamais..."
Virou um centro de compras e gastronomia, o espaço mais democrático de convivência e de descontração.
Certa vez estava lá com minha mulher tomando uma cervejinha gelada e comendo o famoso e saboroso fígado acebolado com giló, quando um frequentador abriu um espaço mínimo na beirada do balcão do bar, que estava como sempre, "vazando gente pelo ladrão", para que pudessemos apoiar a garrafa de cerveja e o pratinho como tira gosto. Daí a pouco ele me serve um pouco de cerveja, quando vem a cerveja que pedi, ele me passa a garrafa entregue pelo garçon e eu retribuo a gentileza.

Papo vai e vem, ele me entrega o seu cartão de visitas, era relojoeiro. Me lembro bem do nome da sua relojoaria "TIC-TAC". Tinha o cartão guardado até bem pouco tempo, infelizmente o perdi em uma de minhas mudanças de residência.
O cartão de visitas continha todos os dados de identificação e a frase genial, que nenhum marqueteiro de plantão criaria, que era a síntese de seus excelentes serviços: " Se seu relógio não faz TIC-TAC, não foi o TICO-TICO que consertou" . Guardava esse cartão com o maior carinho.
Esse é um dos muitos causos que acontecem no mercado, onde todos estão felizes, se falam, trocam receitas, falam de e de sua família, contam piadas e causos, mesmo que estejam se vendo e falando pela primeira vez. Ali todo mundo é amigo. Ninguém quer saber quem é quem, se é de griffe, se tem pedigree ou não. Todos estão descontraídos. É um estado de espírito. É uma grande festa democrática.
Abaixo algumas fotos que fiz no Mercado Central, há ainda centenas a se fazer, cada canto, cada cor, cada detalhe, cada olhar me desperta para um novo registro.









Farei várias postagens com fotos do Mercado Central de Belo Horizonte, aguarde.
Conheça mais sobre o nosso Mercado Central de Belo Horizonte, Bh, Belô ou Belzonti.
Fotos: UNIVERSO