sexta-feira, 31 de julho de 2009

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Saint Louis Burger - ABC do hamburguer por Luiz Cintra

Luiz Cintra


Chef e consultor Luiz Cintra dá aulas, faz vídeos sobre gastronomia, programas em Tv e escreve livros com suas receitas e receitas internacionais. Agora com o Saint Louis Burger e um blog em que fala tudo sobre hamburger.

É só clicar no título abaixo em azul e você estará no blog do Saint Louis Burger

ABC do hamburguer

1 - O hamburger de verdade deve ser preparado com carne bovina, só carne, nada mais.

2 - O tempero é sal e pimenta do reino.

3 - O pão deve ser levemente tostado.

4 - A carne deve ser tostada por fora e macia e rosada por dentro.

5 - Se for cheeseburger queijo na medida certa para não mascarar o sabor da carne.

6 - Pepinos em conserva e anéis de cebola crua são complementos perfeitos.

7 - O bacon quando acrescentado ao sanduíche deve ser crocante.

8 - Pegar leve na maionese, só pra complementar o sabor.

9 - Não abusar de ketchup nem de mostarda.

10-Nada de hamburger industrializado, são péssimos.

Luiz Cintra

Fotos e Dicas: Internet, Blog do St. Louis Burger e Blog do Marcelo Katsuki

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Divas do Cinema - Rita Hayworth

Rita Hayworth
Rita Hayworth - Margarita Carmen Cansino; nasceu em Nova York em 17 de outubro de 1918 - faleceu em Nova York, 14 de maio de 1987. Atriz norte americana que fez grande sucesso na década de 40, considera símbolo sexual no período. Foi casada com Edward Judson, Orson Welles, Aly Khan, Dick Haymes e James Hill
GILDA
Clique no link em azul, abaixo e veja a famosa cena que imortalizou Rita como Gilda:

http://www.youtube.com/watch?v=_Q1SMBjfSjI Rita Hayworth em Gilda; filme de 1946 dirigido por Charles Vidor, em que contracenou com Glenn Ford - Música "Put the blame on Mame", composição da dupla Allan Roberts e Doris Fisher. Rita foi dublada por Anita Ellis.

Rita no filme Sangue e Areia de 1946 em que contracenou com Tyrone Power e Linda Darnell

No vídeo abaixo você verá várias fotos e cenas com Rita Hayworth, relembre a beleza dessa Diva, é só clicar no link em azul:
http://www.youtube.com/watch?v=XTawyU9Ns3E Movie Legends - Rita Hayworth

Veja no vídeo abaixo Rita e Fred Astaire dando um show de dança, clique e assista:

http://www.youtube.com/watch?v=Qn7YcPQgPDo Rita Hayworth & Fred Astaire: So Near and Yet So Far number, from You´ll Never Get Rich. Music from Cole Porter.
Vídeos: YouTube - Fotos e pesquisa: Internet e Wikipédia

terça-feira, 28 de julho de 2009

Cores do Mercado Central

Pimentas - Foto: UNIVERSO
Há tempos que estava para fazer umas fotos no Mercado Central de Belo Horizonte, hoje começo a postar algumas dessas fotos.

" Madama" Invocada - Foto: UNIVERSO
Balas de Goma I - Foto: UNIVERSO

Balas de Goma II - Foto: UNIVERSO

Palhas e Buchas - Foto: UNIVERSO

Torre e Hoshi

Torre Alta Vila - Belo Horizonte - Minas Gerais

Torre Alta Vila
A torre é um empreendimento que possui apenas duas casas funcionando, o Restaurante japonês Hoshi e o Hard Rock Café.

Estive com um grupo de amigos no Restaurante Hoshi, situado na Torre Alta Vila que fica nos limites de Belo Horizonte e Nova Lima em Minas Gerais.

O atendimento do restaurante é fraco em todos os aspectos o que torna seus preços caros pelos custos e benefícos que oferecem . Do que pedimos apenas a Lula recheada estava saborosa, porém cara, pela quantidade servida.
O visual de Belo Horizonte é o ponto forte da torre e do Hoshi.

Não entrarei em detalhes, apenas postei acima a foto de um dos pratos de sobremesa que veio à mesa, tirem as suas conclusões. Aliás não foi só um prato que veio lascado e encardido. Isso é problema de saúde pública. Eu não pedi sobremesa e nem provei, as duas sobremesas pedidas foram criticadas pela má qualidade.

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Cláudia Coutinho - Artista plástica e Escritora

Mostra de Pinturas de Cláudia Coutinho, de 27 de Julho a 14 de Agosto de 2009 na Galeria de Arte do Espaço Político-Cultural Gustavo Capanema na Assembléia Legislativa de Minas Gerais, Rua Rodrigues Caldas, 30 - Santo Agostinho - Belo Horizonte - Minas Gerais

Cláudia Coutinho

Uma reinscrição
Inundar-me do espírito da arte e deixar fluir o inesperado é tarefa extremamente prazerosa,a que me entrego com muito gosto, tanto na pintura como na literatura.
Ao encontrar-me com a tela em branco ou a página à espera de um texto, busco primeiro a coragem - questão de fé no insignificante.
Confiante, lanço o gesto, a cor inicial ou a primeira palavra. O resto vem como água seguindo seu curso e se derramando, ora suave e cristalina, ora alvoroçada e turva, colocando-me diante de enigmas e questões a solucionar.
Brincando com as cores, por vezes me surpreendo com as formas que se impões, quase sempre por acaso - recados do inconsciente - "esse estrangeiro que nos acompanha, velado e silencioso, e que, ao vir à luz, pode surpreender-nos".
Com essa mostra, assinalo minha decisiva reinscrição nas artes, após um período de dedicação quase exclusiva ao consultório, como psicanalista. Ao expor-me com minhas criações, vivo a alegria de estabelecer uma comunicação profunda com o mundo, num diálogo secreto e profundamente amoroso.

Cláudia Coutinho

Coleção particular da artista - você consegue visualizar parte do perfil de um rosto no quadro acima?
Cláudia Coutinho é mineira de Tapiraí, hoje residente em Nova Lima, após um bom período em Belo Horizonte e Lagoa Santa.
Formada em psicologia pela PUC de Minas Gerais e em artes Plásticas pela Escola Guignard -UEMG, dedica-se também a literatura, como cronista e contista, com dois livros editados e várias premiações, dentre elas o "Prêmio Moacyr Andrade", pela Academia Mineira de Letras. Como artista plástica, participou de diversas exposições em Minas Gerais e outros estados brasileiros, usando acrílica sobre tela. em estilo abstrato.

Coleção particular da artista - você consegue ver parte de um rosto de perfil de uma pessoa velha?
Para contatos com a Cláudia, acesse claudiacoutinhob@yahoo.com.br ou se desejar contato direto pelo fone 31 9973. 5473

Cláudia alem de tudo de belo e de bom que fez e faz, é casada com o Dirceu, mãe de uma família bonita e laboriosa e "" corujona de uma linda netinha.

Estão todos convidados, não deixem de ir.

sábado, 25 de julho de 2009

Aqui Jazz, para quem é vivo - Ethel Waters

Ethel Waters, nasceu em Chester, Pensilvânia em 31 de outubro de 1896 e faleceu em Chatsworth, Califórnia, em 1 de setembro de 1977. Iniciou sua carreira cantando blues, depois cantou jazz e foi atriz. Foi a segunda atriz negra a concorrer ao Oscar de melhor atriz em 1947 pela sua participação no filme "Pinky". No ano seguinte ela ganhou o New York Drama Critics Award para melhor atriz.

Abaixo vídeos com intyerpretações de Ethel Waters da década de 20, clique nos links em azul e assista as belas interpretações da DIVA do BLUES.

http://www.youtube.com/watch?v=61jR9b2RdHc Ethel Waters Sweet Man 1925

http://www.youtube.com/watch?v=YptCfamNmFc Ethel Waters - Sweet Georgia Brown - 1925

http://www.youtube.com/watch?v=jU_OaIQpnxA Ethel Waters "WEST END BLUES" (1928)

http://www.youtube.com/watch?v=F6sASp_IAWI Ethel Waters - Shoo Shoo Boogie Boo (1929)

Ethel Waters foi uma das mais populares cantoras e atrizes da década de 20.
Am I Blue é uma das músicas de sucesso interpretada por Ethel Waters no filme "On with the show" de 1929.
Clique no link em azul abaixo e veja a interpretação de Ethel:

Am I Blue

Composição: Harry Akst / Grant Clarke

I'm just a woman, a lonely woman
Waiting on the weary shore
I'm just a woman who's only human
One you should feel sorry for

It was a morning, long before dawn
Without a warning I found he was gone
How could he do it, why should he do it
He never done it before

Am I blue, am I blue
Aint these tears in these eyes telling you
How can you ask me am I blue
Why, wouldnt you be too
If each plan with your man
Done fell through

There was a time
When I was his only one
But now I'm the sad and lonely one...lonely
Was I gay, until today
Now he's gone, and we're through
Am I blue

Am I Blue - Versão

Sou apenas uma mulher, uma mulher sozinha
esperando na margem cansada
Sou apenas uma mulher que é humana
e pela qual você deveria ter pena

Bem, acordei esta manhã um tempo depois do amanhecer
Sem nenhum aviso descobri que ele havia partido
Por que ele fez isso? Como ele pode fazer isso?
Ele nunca havia feito isso antes

Estou triste? Estou triste?
Essas lágrimas nesses olhos não te dizem isso?
Oh, estou triste? Bem, aposto que você estaria também
se cada plano feito com seu homem desse errado

Havia um tempo em que eu era a única dele
mas agora sou aquela triste e sozinha

Eu era gay até hoje?
Mas agora aquele homem partiu
ele se foi e estamos desoladas
Estou triste?

Havia um tempo em que eu era a única dele
mas agora sou aquela triste e sozinha
Oh Deus, estou sozinha

Mas eu lembro, oh, eu lembro quando eu era gay
Isso foi até hoje
porque agora que o homem partiu
ele se foi e estamos desoladas
Eu sou, eu sou, bem, você acreditaria se eu te dissesse que estou triste?

Ethel como cantora da orquestra de Count Basie. Iniciou sua carreira em 1921. Na década de 30 era uma grande estrela na Broadway. Veja a sua interpretação de Quicksand com a orquestra de Count Basie. Clique no link em azul a baixo:

http://www.youtube.com/watch?v=G1BuNtyUn4I Ethel Waters & Count Basie - Quicksand

Foi incluida no GMA - Gospel Music Hall of Fame em 84. No final da década de 50 passou a viajar até o fim de sua vida em 77, acompanhando o pastor evangelista Billy Graham. É conhecida pela sua interpretação da música gospel His Eye Is on the Sparrow, que fez parte do filme "The member of theWedding", de 1952, com Ethel Waters no papel de Bernice Sadie Brown; Julie Harris como Frankie Addams; e Brandon De Wilde como John Henry.

É só clicar no link abaixo em azul e assistir Ethel Waters interpretando His Eyes Is on the Sparrow:

http://www.youtube.com/watch?v=NoCO_1GcoV0 Ethel Waters - Eyes On The Sparrow

Para finalizar mais dois vídeos com lindas interpretações de Ethel Waters. Clique e assista:

http://www.youtube.com/watch?v=SCMQfkQ7g3Y When Your Lover has Gone Ethel Waters Col 2409-D

http://www.youtube.com/watch?v=wABWvlJIeOU Ethel Waters - My baby sure know how to love

Essa postagem é para atender ao Dr. Olmar, amante do Blues e do Jazz, amigo nosso e do meu cunhadin Walder.

Vídeos: YouTube - Fotos e pesquisa: Internet e Wikipédia

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Laurence Olivier

Sir Laurence Kerr Olivier, Barão Olivier de Brighton ou simplesmente Laurence Olivier. Nasceu em Dorking, Surrey em 22 de maio de 1907, faleceu em 11 de julho de 1989, Steyning, West Sussex. Foi ator, diretor e produtor. É considerado um dos mais carimásticos e um dos melhores atores do século 20.

Ganhou vários prêmios: Oscar, Globo de Ouro, 4 Emmy,BAFTA, Leão de Ouro, Urso de Prata, Bodil, Cecil B. de Mile e 2 Framboesas como o pior ator e pior ator coadjuvante. Recebeu da Rainha Elizabeth o título de Sir em1947 e de Lord em 1970, com o direito a frequentar o Parlamento Britânico
Laurence Olivier - Hamlet de William Shakespeare
Clique no link abaixo e veja Olivier interpretando o famoso solilóquio - TO BE OR NOT TO BE de Hamlet - Ato3, cena 1
O verso, citado pelo personagem principal Hamlet, é o seguinte:

“ Ser ou não ser, eis a questão: será mais nobre

Em nosso espírito sofrer pedras e setas

Com que a Fortuna, enfurecida, nos alveja,

Ou insurgir-nos contra um mar de provocações

E em luta pôr-lhes fim? Morrer.. dormir: não mais.

Dizer que rematamos com um sono a angústia

E as mil pelejas naturais-herança do homem:

Morrer para dormir... é uma consumação

Que bem merece e desejamos com fervor.

Dormir... Talvez sonhar: eis onde surge o obstáculo:

Pois quando livres do tumulto da existência,

No repouso da morte o sonho que tenhamos

Devem fazer-nos hesitar: eis a suspeita

Que impõe tão longa vida aos nossos infortúnios.

Quem sofreria os relhos e a irrisão do mundo,

O agravo do opressor, a afronta do orgulhoso,

Toda a lancinação do mal-prezado amor,

A insolência oficial, as dilações da lei,

Os doestos que dos nulos têm de suportar

O mérito paciente, quem o sofreria,

Quando alcançasse a mais perfeita quitação

Com a ponta de um punhal? Quem levaria fardos,

Gemendo e suando sob a vida fatigante,

Se o receio de alguma coisa após a morte,

–Essa região desconhecida cujas raias

Jamais viajante algum atravessou de volta –

Não nos pusesse a voar para outros, não sabidos?

O pensamento assim nos acovarda, e assim

É que se cobre a tez normal da decisão

Com o tom pálido e enfermo da melancolia;

E desde que nos prendam tais cogitações,

Empresas de alto escopo e que bem alto planam

Desviam-se de rumo e cessam até mesmo

De se chamar ação.

(...)

Na imaginação popular a fala é pronunciada por Hamlet segurando uma caveira, embora as duas ações estejam longes de si no texto da peça. Também é importante observar que o príncipe não está sozinho no palco: Ofélia, Polônio e o Rei estão escondidos. Há ainda a dúvida debatida por editores de edições diversas sobre o fato de Hamlet ver ou não o Rei e Polônio. Caso ele realmente tenha visto, talvez tenha pronunciado indiretas através de suas metáforas.

[Blog do Alvarenga] Ser ou não ser, eis a questão (no original, To be or not ...enviado porblogger.bounces.google.com

Foi casado com a atriz inglesa Vivien Leigh com quem realizou diversos trabalhos. Acima Olivier e Vivien como Antônio e Cleópatra. Teve mais duas esposas Jill Esmond e Joan Plowright

Foi um grande ator tanto no teatro, fez 121 peças, como no cinema onde fez 65 filmes, alguns como ator e diretor. Interpretou dramas e comédias. Se notabilizou por suas interpretações das obras de Shakespeare. Está na calçada da fama com sua estrela.


No camarim do Theater Sarah Bernhardt em Paris - 1955, como Titus Andronicus

Abaixo mais dois vídeos com interpretações de Kevin Kline e Kenneth Branagh do solilóquio - TO BE OR NOT TO BE, para que você possa ver e avaliar de qual gosta mais. É só clicar nos links em azul


http://www.youtube.com/watch?v=kwd98zMxKEg Hamlet - Act III, scene I (Kevin Kline) To be or not to be

http://www.youtube.com/watch?v=VqryrC-9IDw Hamlet Act III Scene I Kenneth Branagh
Fotos e pesquisa: Internet e Wikipédia - Vídeos: YOUTUBE

JEQUITIBÁ - 7 DE SETEMBRO - 100ANOS !!!

Está se aproximando o dia do reencontro em Jequitibá para comemorar os 100 anos de festividades do DIA 7 de SETEMBRO.
Essa data e encontro estão sendo aguardados com muita expectativa por todos os ex-alunos e parentes. Uma comissão está organizando tudo, para que esta festa seja inesquecível e fique registrada na memória de todos que la comparecerem.

Faça logo a sua reserva de hospedagem, são poucos os bancos ainda disponíveis nas praças, já estão quase todos reservados.
Você pode se hospedar nas pousadas e hotéis da região e no Colégio Evangélico.

Abaixo algumas fotos do encontro de ex-alunos e familiares que aconteceu em JUIZ DE FORA, minha terra e capital do GRANDE RIO. Infelizmente, mais uma vez, estava em viagem e não pude comparecer a XIS DE FORA.

Romilton Faria e Leon Gilson Alvim

Comemorando os aniversários de Odair Reis(maninho) e Romilton.

Adenir (Adinir) Balmant e Romilton Faria

O encontro aconteceu no BERTHUS, excelente restaurante com uma tradição de bons serviços e uma comida saborosa e impecável. Ainda servem o Peixe na Telha?

Estiveram presentes cerca de 50 pessoas, inclusive algumas vindas de Jequitibá que atenderam aos convites de Guto e Rosemary.

domingo, 19 de julho de 2009

José

Carlos Drummond de Andrade

Desenho de Carlos Lyra

José recitado por Paulo Autran, clique no link abaixo e ouça

http://www.youtube.com/watch?v=cdlybkRv_0M

José

E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José?
e agora, Você?
Você que é sem nome,
que zomba dos outros,
Você que faz versos,
que ama, protesta?
e agora, José?

Está sem mulher,
está sem discurso,
está sem carinho,
já não pode beber,
já não pode fumar,
cuspir já não pode,
a noite esfriou,
o dia não veio,
o bonde não veio,
o riso não veio,
não veio a utopia
e tudo acabou
e tudo fugiu
e tudo mofou,
e agora, José?

E agora, José?
sua doce palavra,
seu instante de febre,
sua gula e jejum,
sua biblioteca,
sua lavra de ouro,
seu terno de vidro,
sua incoerência,
seu ódio, - e agora?

Com a chave na mão
quer abrir a porta,
não existe porta;
quer morrer no mar,
mas o mar secou;
quer ir para Minas,
Minas não há mais.
José, e agora?

Se você gritasse,
se você gemesse,
se você tocasse,
a valsa vienense,
se você dormisse,
se você cansasse,
se você morresse....
Mas você não morre,
você é duro, José!

Sozinho no escuro
qual bicho-do-mato,
sem teogonia,
sem parede nua
para se encostar,
sem cavalo preto
que fuja do galope,
você marcha, José!
José, para onde?

Acesse: www.memóriaviva.com.br e veja tudo sobre Carlos Drummond de Andrade
Vídeo com Paulo Autran: YOUTUBE

20 Grandes Gênios da Pintura

Mona Lisa del Giocondo (La Gioconda)
Leonardo da Vinci revolucionou a técnica do sfumato, a textura do cabelo e as roupas foram feitos com sfumato

Sfumato é o nome da técnica artística usada para gerar gradientes perfeitos na criação de luz e sombra de um desenho ou de uma pintura.

Como a técnica do Sfumato em pintura foi inovadora na Renascença Italiana, atribuiu-se a criação da técnica de Sfumato (de forma geral) a Leonardo da Vinci.


Leonardo da Vinci é tido como pai do Sfumato, mas isso é errado, pois a técnica sempre existiu em materiais/mídias de fricção, como grafite, pastel seco ou carvão.

Clique nas palavras em azul, acima, para saber mais sobre sfumato, outras técnicas e informações adicionais sobre o assunto postado.

Abri uma excessão para postar um teste sobre 20 grandes mestres e gênios da pintura, é excelente, rápido e fácil. Você verá 20 obras famosas e terá que escolher o nome do autor entre 3 nomes.

Você responde a cada pergunta e recebe a resposta de imediato, no final você receberá a sua avaliação e como anda seu conhecimento sobre as obras dos grandes mestres da pintura.

Tente, vale a pena.
http://www.linternaute.com/sortir/questionnaire/fiche/9999/1/d/f/

Pesquisa e Mona Lisa: Wikipédia - Teste enviado pela artista plástica Lúcia Pellegrino

Asagohan

SUSHI E SASHIMI SOBRE TOALHA LISTRADA
OBRA DE LÚCIA PELLEGRINO
Peço licença a Lúcia Pellegrino para usar o título: "Os japoneses que eu comi", de uma série de pinturas maravilhosas que ela fez com a temática de comidas japonesas, para ilustrar a foto abaixo
Foto: UNIVERSO
O vídeo abaixo é excelente. Sátira do primeiro movimento da 5ª Sinfonia de Beethoven feita pelo Shanghai Taro Dance Company de Osaka no Japão. Baseado numa cena do filme Breakfast at Tiffany's, porém a cena acontece em um restaurante típico do Japão. ASAGOHAN, pode ser traduzido por Breakfast/Café da manhã.
Clique no link em azul abaixo e assista.
http://www.youtube.com/watch?v=AXgJBzUv_qU
Beethoven Symphony No.5 Parody (English subbed)

Rio 360°

Clic nos links em azul abaixo e veja fotos incríveis do Rio de Janeiro em 360° feitas por Ayrton





http://ayrton.com/360/fs/reveillon2009.html Reveillon 2009

Fotos 360° - Ayrton - Enviado pelo amigo Adenir Balmant

Foto fixa do Rio de Janeiro, não consta nome do autor (Zulma?) - http://fotos-gratis-do-brasil.com/

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Barulho de chuva com sons corporais (coral) - Rain

Gravura do Guarda Chuva: http://sos.riosdobrasil.blogspot.com

Hoje apareceu o vídeo abaixo que é sensacional, um grupo faz sons de chuva e trovoadas com sons corporais apenas. É sensacional. Clique no vídeo ou no link que estão abaixo e assista.

video

http://www.youtube.com/watch?v=2qVt3ZK1Aek Som da chuva com sons do corpo

Depois selecionei outro vídeo com gravação de sons de chuva e trovoadas para que você faça uma comparação.
http://www.youtube.com/watch?v=zEjK9L3fqSY Rain SoundsRain Sounds

E por último o vídeo do Voca People, que faz sons de instrumentos com as vozes e tocam várias músicas, é um vídeo que já circula pela internet faz um tempo, mas selecionei-o por achar incrível a qualidade do trabalho desse grupo.
http://www.youtube.com/watch?v=N6EYrqIn0yI The Voca People

Vídeos: YouTube


terça-feira, 14 de julho de 2009

Linguiça é com o Luiz

Luiz da Rainha da Feijoada no Mercado Central de Belo Horizonte
Tranquilão,te atende sempre com calma, na certeza de vender as melhores linguiças do mercado.
São puras de excelente qualidade, saborosas, podem ser fritas no óleo ou na cachaça, assadas na chapa ou no forno, para comer como tira gosto, com ou sem farinha, aceboladas, acompanhando uma cervejinha ou uma pinguinha como guia. Com um pãozinho francês estalando de crocante e quentinho. HUUUUMMMM!!!!
Veja o prato do dia na próxima postagem. A linguiça é lá da Rainha da Feijoada.

Linguiças puras de Pernil, lombo, frango, mais apimentada, com tempero normal. Lombo defumado, paio, chouriço, pézinho de porco, linguiça defumada, costelinha defumada, tudo para a sua feijoada.
Nada de linguiças "inchadas com água", que quando você coloca para fritar, estouram a tripa e fazem aquele chafariz de água e gordura quente espirrando para todo lado.
Essa eu garanto, vai lá e procura o Luiz na Rainha da Feijoada, pegue a entrada da Rua Santa Catarina e vire à esquerda na "rua de fora". A loja dele está logo à sua esquerda .
Fotos: UNIVERSO

Prato do dia - Arroz - Feijão - Ovo - Couve e Linguiça


Foto:UNIVERSO - Preparo do prato: WALCIRA
Linguiçinha de pernil fritin, couve picadin refogadin, tutuzin de feijãozin com tomate picadin, ovo bem cozidin e arrozin branquin, assim mesmo no diminutivo carinhoso que nós minerin falamo com a voz bem mole e devagarzin. Coiss di lôco, tudo muito bão dimais da conta e saboross. Claro uma cervejinha geladinha e uma dose de perigosa, daquela que matou a mãe do guarda.

Benza Deus... Ô sorte!!!


Mineiro, de Belo Horizonte, Irineu de Palmira é músico, cantor e compositor de MÚSICA BRASILEIRA

Iniciou suas atividades artísticas participando de vários festivais e eventos culturais até que, em 1979, convidado pelo empresário Fauzi Curan, mudou-se para São Paulo para trabalhar como instrumentista e cantor dos espetáculos do saudoso Oswaldo Sargentelli, e também nas casas Gallery (acompanhado pela orquestra do maestro Hector Costita) e Viva Maria (dividindo o mesmo palco com Cauby Peixoto, Wilson Simonal, Pery Ribeiro e Carmen Costa entre outros).
Para teatro, musicou a peça Vereda da Salvação e, para TV, a versão de O Grande Momento, de Roberto Santos, direção de Nei Santanna, com Laura Cardoso e Paulo Guarnieri no elenco.
Tem músicas gravadas por Jair Rodrigues, Bira do Cavaco, Grupo Katinguelê, Adriana Ribeiro e etc. A mais recente, "ALMA NEGRA", dá nome ao último álbum de Jair Rodrigues que a interpreta com sua filha Luciana Mello.
É casado com a minha amiga Silvana Barbara, grande fã e incentivadora de sua carreira.
Acesse o site de Irineu de Palmira e conheça mais sobre sua obra e carreira: http://www.irineudepalmira.com/
Tais Querubins, em parceria com Gerson Ney França, está no CD/DVD- "ACREDITAR" , clique no link em azul abaixo e assista ao vídeo com a interpretação de Irineu;
http://www.youtube.com/watch?v=8PPZ6iDnRTM Tais Querubins - Irineu de Palmira

Saudade( Belo Horizonte)
Irineu de Palmira

Oh! Meu Belo Horizonte, tão saudoso estou de ti
E o tamanho dessa saudade é do Oiapoque ao Chuí
O brinquedo é cirandinha, pois hoje é segunda-feira
O dia é pra cirandinha depois rouba bandeira
Solta pipa, papagaio, quadradim dourado nesse céu de anil
Hoje é uma terça-feira, um dia bom pra tocaiar tiziu
Quarta-feira, quinta-feira, sexta-feira era pra bater sarilho
Poço fundo, água muita e toda cristalina
De mina, das Minas Gerais
Vinha o sábado e domingo, a missa e o catecismo
Receber a hóstia da mão santa de Padre João
Que piscava e sorria ao ver a meninada
Fazendo da igreja uma via, folia
Paulinho, Soninha, Marcelo Thibau, oi
Puruca, Marcinha, Maruceli e Lalau
Meirinha, Jussara, Lenica e Chicão, oi
Iaiá, Tio Antonio, Dada e meu Bilalão
Oh! Meu Belo Horizonte, tão saudoso estou de ti
E o tamanho dessa saudade é do Oiapoque ao Chuí

A letra acima Irineu escreveu relembrando de sua infância em BH, você pode ouvir a sua interpretação acessando ao site do Irineu.

Gosto muito de DIGNIDADE, para ouvir a interpretação de Irineu de Palmira é só acessar o link abaixo:
http://www.youtube.com/watch?v=8QcymReuO2s Dignidade - Irineu de Palmira

Selecionei as duas músicas abaixo para que vocês possam curtir as letras e músicas na interpretação de Irineu de Palmira

http://www.youtube.com/watch?v=jQu2INDvxpM Maraí - Irineu de Palmira

http://www.youtube.com/watch?v=WyKe-TeAPaQ Adormecer - Irineu de Palmira

Vídeos, fotos e pesquisa: Site oficial de Irineu de Palmira - http://www.irineudepalmira.com.br/ e YouTube

domingo, 12 de julho de 2009

Aqui Jazz, para quem é vivo - Chick Webb

William Henry "Chick" Webb nasceu em Baltimore (Maryland) em 10 de fevereiro de 1909 e faleceu em Baltimore em 16 de junho de 1939. Tão pouco tempo, tanto ritmo. Foi uma pessoa considerada por todos que o conheceram de excelente caráter, sociável e bondoso. Foi como um segundo pai para a "Primeira Dama do Jazz", Ella Fizgerald, ajudando-a tanto humana como profissionalmente.
Todas as contrariedades que teve na vida, a doença, a concorrência, os agentes artísticos, o racismo, tudo isso o motivava mais e conseguia tirar o melhor dessas situações com o seu otimismo e garra.

Chick era considerado um baterista que tocava com vigor e um swing inigualavel, mas era também um mestre ao tocar com as vassouras

Chick levou uma queda de costas quando criança que lesionou várias vertebras. Isso atrapalhou seu desenvolvimento físico, provocando-lhe o nanismo. Sofria fortes dores que o incomodavam, mas ele sempre tentou dissimular em sua vida breve. Todos concordavam que atrás de sua bateria, projetada especialmente para ele, transformava-se num gigante.
Chick gostva de bater em caixotes, tachos, onde desse, desde os 3 anos de idade. Comprou a sua primeira bateria usada, nove anos depois, ganhando dinheiro como vendedor de jornais.

Chick Webb e sua orquestra

Montou sua banda e tinha uma obsessão em que ela fosse a melhor. Investia pesado em ter os melhores arranjos e formar músicos, que eram muitas vezes contratados por outras bandas que podiam pagar melhor salário.

Chick foi uma grande influência para outro grande baterista Gene Krupa, a quem venceu em um duelo, quando a orquestra de Benny Goodman foi derrotada pela orquestra de Chick Webb em um desafio no Savoy Ballroom, famosa casa de dança no Harlem. Chick não foi somente uma influência para Gene e Buddy Rich, outro famoso baterista, mas também para vários músicos.
A seleção que fiz dá uma amostra da qualidade excepcional de Chick Webbe de sua orquestra. È só acessar os links em azul abaixo para ver, ouvir essa fera do jazz.

http://www.youtube.com/watch?v=Q7yGiTxAyRQ Chick Webb - Nesse vídeo você verá um breve histórico sobre Chick Webbe sua orquestra e poderá sentir a diferença do swing entre sua orquestra e a de Benny Goodman "derrotada" em um dos desafios promovidos pelo Savoy Ballroom. Não foi somente Benny Goodman que sofreu com a orquestra de Chick Webb. Duke Ellington, Countie Basie e Jimmie Lunceford tiveram e deram trabalho em seus desafios com Chick

http://www.youtube.com/watch?v=VQJGantR2DA Big Apple at The Savoy Ballroom - Veja as feras que dançavam no Savoy Balrroom

O Rei da bateria

http://www.youtube.com/watch?v=b0vcRRupZmw Chick Webb & His Orchestra - Stompin' At The Savoy - grande sucesso do arranjador Edgard Sampson foi fundamental para criar a imagem da orquestra.

Nesse vídeo você ouvira nitidamente como Chick Webb "prepara", com uma batida mais forte na caixa a passagem e a entrada de cada naipe de instrumentos, após cada solo executado.

http://www.youtube.com/watch?v=lXhm5euZytI The Dipsy Doodle - Chick Webb

http://www.youtube.com/watch?v=b_EasR5DTm0 Gershwin - Liza (All The Clouds'll Roll Away) - Chick Webb & His Orchestra

http://www.youtube.com/watch?v=Di5eYAtf0f0 After Seben 1929 -- Chick Webb & "Shorty" George Snowden
Neste vídeo o famoso"Shorty" George Snowden - Terceiro homem a dançar (Chamado "Shorty Stump" no filme), mostra toda a sua categoria como dançarino e James Barton (Mestre de Micahel Jackson?) faz uma dança solo com a música Black Face, ambos acompanhados pela orquestra de Chick Webb.
http://www.youtube.com/watch?v=BVglo7vRskA I Want to Be Happy - Ella Fitzgerald Recorded 1937 with Chick Webb & his Orchestra.

http://www.youtube.com/watch?v=394BgNIQ2_M Wacky Dust - Ella Fitzgerald Decca 2021 1938

Ella Fitzgerald foi descoberta e contratada por Chick Webb para ser a cantora de sua orquestra. Chick Webb foi como um segundo pai para Ella Fitzgerald. Tiveram uma longa e produtiva parceria. Ella Fitzgerald foi a jóia em sua coroa.
Vídeos: YouTube - Fotos e pesquisa: Internet, Wikipédia, os Grandes do Jazz (Ediciones Del Prado - Espanha)